Associação de Modelismo do Montijo: A paixão de construir modelos em escala reduzida

SAIBA MAIS:

Já viu aquelas figurinhas pequenas que quando olhamos nos questionamos “Como é que alguém consegue construir e pintar algo tão pequeno e ao mesmo tempo tão pormenorizado?”

João Tavares, presidente da Associação de Modelismo do Montijo desvenda-nos um pouco desta arte, que pratica desde que viu uma amiga da tia e o irmão a fazer aviões em pequena escala, e ali encontrou, mais que um hobby, uma paixão. Começou aos 17 anos e desde então não parou.

E o que é o modelismo? O modelismo é a recriação, em escala reduzida de aviões, carros, motos, helicópteros, personagens, entre outras figuras.

 Apesar de haver quem crie estes modelos de forma profissional, são muitas as pessoas que gostam de dedicar o seu tempo livre ao modelismo, criando os vários modelos como forma de diversão e descontração depois de uma semana de trabalho.

E foi assim que começou a Associação de Modelismo do Montijo.  Criada em 1998, por um grupo de amigos que tinham como paixão o modelismo e gostavam de partilhar informações e mostrar os trabalhos que iam desenvolvendo, a associação deu os primeiros passos “Eramos 8 pessoas que nos conhecíamos e criámos amizade, então partimos para a aventura de criar esta associação que já dura há 22 anos”.  Desde então a associação tem vindo a crescer, contanto atualmente com 90 sócios.

Associação de Modelismo do Montijo

Depois da criação da Associação de Modelismo do Montijo o próximo passo foi trazer à cidade uma Exposição de Modelismo, “decidimos fazer uma exposição porque começámos a conhecer pessoas de outras associações em vários pontos do país e trouxemos a grande festa do modelismo aqui para a cidade, este ano iríamos realizar a 19ª edição”, lamenta, pelo facto de não se ter realizado.

A associação está baseada no Bairro da Liberdade “Nós temos um espaço físico que durante muitos anos foi apenas um sonho nosso, porque usávamos as instalações da Câmara como a biblioteca e estávamos sempre sujeitos aos horários deles. Há oito anos atrás, encontrámos um local que foi sugerido pela Câmara, ali junto ao Bairro da Caixa. Estava desocupado e fizemos um requerimento para fazer a sede da associação. Foi aceite, e aos fins de semana, regra geral ao sábado, reunimo-nos ali num convívio, trocamos ideias e experiências”.

A adesão ao projeto tem sido enorme, sendo que a associação tem neste momento sócios de Lisboa, Barreiro e Moita que todos os fins de semana fazem quilómetros para passarem um bom momento de aprendizagem e convívio.

O processo criativo é algo bastante interessante. Como é que alguém consegue ter jeito para pintar e construir aqueles pequenos modelos? O presidente explica-nos “Geralmente compramos um modelo que vem numa caixa, vem a grelha de plástico e as peças separadas, depois lemos as instruções e montamos aquilo tudo. No final queremos que o modelo fique o mais parecido possível ao modelo. Isto no caso de ser uma peça real. Porque o modelismo tem muitas vertentes, como a militar e naval. Abrange tudo. Quando as coisas são reais, como aviões ou carros, o objetivo é ficar o mais parecido possível com a realidade, aí aplicamos técnicas como a Pintura. Para lá chegarmos vem uma componente de estudo, temos que pesquisar e saber quais eram as cores usadas, acabando por haver uma investigação por trás da elaboração dos modelos. Quando é de fantasia já abre portas para a imaginação já não e tão retilíneo”.

Este hobby requer muita paciência e, como João refere, uma investigação antes da execução do modelo. Confessa-nos que a sua vertente é a militar e a aviação “aviões, sempre foi um apaixonado por aviões e aviação em geral, o meu pai trabalhava na aviação. A minha vertente é sempre militar, gosto muito das cores e dos veículos militares, e um gosto pessoal”.

Exposição Model Scala

O Concurso/Exposição Model Scala é o maior evento de modelismo a nível nacional e uma referência a nível internacional, atraindo curiosos de vários países como Espanha, Itália e França. Este ano a 19ª Edição iria ser realizada no Parque de Exposições, junto à Praça de Touros, pela magnitude que tem vindo a atingir, mas devido à pandemia de COVID-19 teve que ser cancelado. A associação realiza parceiras todos os anos, de forma a ter em escala real alguns dos modelos que executa em escala reduzida, como tanques militares do Exército. Deste modo, os visitantes da exposição podem apreciar os modelos em escala real e escala reduzida.Desvendamos um pouco da 18ª edição do Model Scala, do ano passado mais abaixo.

João Tavares revela que a grande dificuldade que sente neste hobby é a de arranjar tempo “quando estou em processo de construção ou Pintura, coloco uma musica e abstraiu-me de tudo, acaba por ser o meu anti-stress. Neste hobby temos que nos sentar e estar relaxados uma ou duas horas. Temos sempre a vontade, falta é o tempo para fazer tudo como deve ser. Temos que ser cuidado e pensar bem, ponderar todos os passos que vamos dar a seguir”.

Podemos ver o trabalho que a associação desenvolve na rede social Facebook, mas João Tavares aconselha “ver ao vivo, em exposições, é mais bonito porque conseguimos ver os pormenores e trocar ideias”.

A Câmara Municipal do Montijo dá algum apoio à associação, como a cedência da sede, apoios em termos logísticos e o apoio na compra de troféus. Mas o presidente da associação confessa que este considerável grupo de sócios, que começou com um pequeno grupo de amigos não precisam de muito “não precisamos de muita coisa, só de fazer os modelos, contentamo-nos com pouco”.

Ficou tão curioso para saber mais sobre esta atividade como nós? Para se inscrever precisa apenas de gostar de modelismo e preencher um formulário. A associação tem uma quota anual de 25€.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo