Festa da Nossa Senhora da Atalaia é pré-finalista das 7 Maravilhas da Cultura Popular

A candidatura da Festa em Honra de Nossa Senhora da Atalaia passou a fase regional das 7 Maravilhas da Cultura Popular e caminha para a final nacional. A Festa da Atalaia foi vencedora da final regional, seguindo agora para semifinal a realizar no dia 23 de Agosto, em Salir, Loulé.

SAIBA MAIS:

A comunidade e população do concelho do Montijo e dos concelhos vizinhos envolveram-se para que a Festa em Honra da Nossa Senhora da Atalaia conquistasse a fase seguinte da semifinal, que se realiza em 23 de Agosto, em Salir, no concelho de Loulé, no Algarve.

O presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, agradece a todos aqueles que “votaram e que apoiaram publicamente a candidatura, desde os representantes dos vários círios, à madrinha da candidatura, Elisabete Jacinto, Junta da União das Freguesias de Alto Estanqueiro-Jardia, Paróquia da Atalaia, Câmara de Palmela, Câmara de Alcochete, Junta de Freguesia de Alcochete e Junta de Freguesia do Castelo. Com  a candidatura Festa em Honra de Nossa Senhora da Atalaia, ou Festa Grande, às 7 Maravilhas da Cultura Popular, a autarquia do Montijo procura “valorizar e dar mais visibilidade a uma manifestação cultural que é das mais antigas do país e uma referência única na região”.

Combate à peste

Quis o destino que a candidatura decorresse numa altura de pandemia, tal como aconteceu com a sua criação, quando aconteceu a peste no ano de 1507 em Lisboa e que originou o grande momento expansionista do Santuário de Nossa Senhora da Atalaia. A Festa tem decorrido ao longo dos séculos e ainda mobiliza seis Círios:

o Círio dos Marítimos de Alcochete, que festeja na Páscoa e cinco outros Círios, pela Festa Grande: Azóia, do concelho de Sesimbra, a Quinta do Anjo, a Carregueira e Olhos de Água, do concelho de Palmela e Círio Novo, do concelho do Montjo. Os Círios que possuem casas sede na vila da Atalaia participam na Festa da Atalaia, no último fim de semana de Agosto e que este ano não se realiza devido à pandemia, mas que envolve diversas manifestações  om o pagamento de promessas e a participação na procissão acompanhada de foguetes.

Concurso da Cultura Popular

A edição de 2020 é dedicada à Cultura Popular, através da eleição das 7 Maravilhas do Património Cultural Material e Imaterial de Portugal, que tem como televisão oficial a RTP Tal como nas edições anteriores, a RTP é a televisão oficial. O evento conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O Concurso Nacional 7 Maravilhas de Portugal tem como objetivo “divulgar e comunicar os valores positivos de uma Identidade Nacional Forte, procurando evidenciar a vivência e reconhecimento do património cultural material e imaterial, elegendo o que de melhor Portugal tem, enfatizando as tradições associadas as várias regiões do país”.

 “Pinturas Tradicionais em Embarcações” a segunda mais votada

A candidatura “Pinturas Tradicionais em Embarcações”, apresentada pela Câmara da Moita às 7 Maravilhas da Cultura Popular, foi a segunda mais votada na final regional de Setúbal e continua na corrida à eleição das 7 Maravilhas da Cultura Popular da RTP, que se realiza no  próximo domingo, 16 de Agosto, em Porto de Mós, no concelho de Leiria. As votações podem ser feitas através do telefone 760 207 818.

As pinturas tradicionais, que embelezam as embarcações do concelho da Moita, com flores paisagens, cenas religiosas, tradições tauromáquicas, números e letras de cores garridas, tem como padrinho o Professor Carvalho Rodrigues. O Professor é um apaixonado pelas embarcações tradicionais do Tejo e um defensor da preservação deste património único, sendo um dos impulsionadores da criação da Marinha do Tejo. As pinturas tradicionais, que embelezam as embarcações do concelho da Moita, com flores

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao Topo