“Quatro Estações, Quatro Fados” — Mais Uma Noite de Fados com Mário de Braga

É já este sábado, dia 14 de outubro de 2023, que o Cinema Teatro Joaquim de Almeida no Montijo volta a receber mais um evento musical verdadeiramente especial que promete encantar o público com a magia do fado ao piano.

Depois do fado de Jorge Fernando ter encantado a sala do Cine-Teatro, agora é a vez de Mário de Braga, também conhecido como Mário Moita, o fazer. Este renomado artista no plano internacional traz consigo uma carreira de 42 anos de experiência em dezenas de países, desta vez apresentando uma emocionante analogia entre as estações do ano e os fados num concerto único e imperdível intitulado “Quatro Estações, Quatro Fados.”

Como referido, o palco para esta experiência musical inigualável é o Cinema Teatro Joaquim d’Almeida, localizado na Rua Joaquim d’Almeida, no coração de Montijo. O concerto terá início às 21h30 com a duração prevista de 60 minutos, proporcionando uma noite mágica para todos os presentes.

Mário de Braga (ou Mário Moita), cujas raízes estendem-se pelo Alentejo, demonstrou a sua paixão pela música desde tenra idade. A sua jornada musical começou quando, aos 8 anos, venceu a gala dos pequenos cantores do distrito de Évora. Aos 10 anos, já atuava perante uma multidão de 3000 pessoas na sua terra natal, Reguengos de Monsaraz, iniciando os seus estudos de piano no Conservatório de Música de Évora com a Professora Maria de Lurdes Horta. A sua fortuna musical levou-o a conhecer o pianista Furtunato Murteira, que lhe deixou um valioso acervo de partituras de fados para piano, incluindo a primeira partitura do famoso fado “Foi Deus.”

Mário de Braga continuou a sua jornada musical, estudando e aprimorando as suas habilidades um pouco por todo o lado, inclusivamente no Japão, onde teve a orientação do historiador e amigo Prof. Ito Genjiro. Ele não apenas aprendeu a tocar música, mas também a associá-la à cultura e à história magnífica de Portugal. Em 1993, destacou-se no programa “Chuva de Estrelas” na SIC devido ao seu caráter romântico. Em 1995, iniciou uma colaboração com pianistas no magnífico Castelo da Rainha Santa Isabel, em Estremoz, um hotel de cinco estrelas situado dentro do castelo da cidade.

Dedicado ao fado ao piano, Mário de Braga começou a participar em grandes feiras de música em todo o mundo a partir de 2003, representando Portugal em centenas de festivais e teatros ao redor do globo. A sua carreira o levou a mais de 30 países, desde a Roménia até o Japão, passando por várias nações europeias e por mais de metade do Brasil, onde Mário de Braga é muito apreciado pela mídia e artistas locais. Um destaque notável foi a sua participação no famoso talk ‘show’ de Jo Soares, uma honra que lhe foi concedida várias vezes, dada a admitida admiração de Jo por Mário de Braga.

O concerto “Quatro Estações, Quatro Fados” é então uma oportunidade única para o público vivenciar o fado de uma maneira muito diferente do habitual, mas sem perder o seu tom melancólico e saudoso. Mário de Braga, com o seu piano e talento inigualável, irá revelar o romantismo de Portugal na primavera e a animação da música e do vinho português no verão, provando que o fado não é apenas triste, mas também alegre e cativante. Este evento não é apenas uma noite de fados, mas uma noite de Portugal, onde a música se une à cultura e à história de uma nação rica e emocionante.

Não perca a oportunidade de testemunhar a mágica musical de Mário de Braga, um artista que dedicou a sua vida a preservar e celebrar a tradição do fado ao piano. É então este sábado, dia 14 de outubro, que pelas 21h30 se poderá juntar a esta viagem pelas quatro estações de Portugal numa noite que será lembrada por muito tempo. Ademais, a entrada é gratuita. “Quatro Estações, Quatro Fados” será muito mais do que um concerto, representará uma experiência que tocará a sua alma e o transportará para as raízes musicais de Portugal.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo