Jannah Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.

Projeto E-bug PT é lançado na Escola Básica D. Pedro Varela

Esta semana, foi lançada a iniciativa e-Bug PT, na Escola Básica D. Pedro Varela, pertencente ao Agrupamento de Escolas do Montijo.

É uma iniciativa liderada pela Direção-Geral da Saúde (DGS), em parceria com a Direção-Geral da Educação, INFARMED, I.P e The Antibiotic Centre for Primary Care – University of Oslo, Norway. O principal objetivo passa por aumentar a literacia em saúde nos temas da prevenção da infeção e da boa utilização dos antibióticos na comunidade, através da implementação de uma plataforma educativa – e-Bug – desenvolvida pelo Public Health England, destinada a crianças e jovens dos 5 aos 18 anos.

O projeto agora lançado acolherá, na sua fase-piloto, dez agrupamentos de escolas em várias regiões do país, incluindo o Agrupamento de Escolas do Montijo. Espera-se que seja posteriormente expandida para todas as escolas em território nacional a partir de 2023.

No lançamento do projeto, estiveram presentes Graça Freitas, Diretora-Geral da Saúde, José Vítor Pedroso, Diretor-Geral da Educação, Rui Santos Ivo, presidente do Infarmed e Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo.

A Diretora-Geral da Saúde destacou a importância principal de uma plataforma pensada para os mais novos e o sucesso que espera vir a alcançar com esta parceria: “dirigimo-nos aos mais jovens acreditando que é simultaneamente mais fácil, mais sustentável e mais determinante modelar o comportamento do que mudar o comportamento”, destacando que “é aqui na escola, em casa e na comunidade que os jovens aprendem a fazer o futuro”.

Graça Freitas esclareceu ainda que o pretendido “é reforçar a educação e a consciencialização de crianças e adolescentes na higiene, prevenção de infeções e sua transmissão, o uso prudente de antibióticos, através da plataforma educativa operada por professores e educadores para toda a comunidade educativa”.

Defendendo o benefício de contar com um projeto completo em ferramentas digitais, educativas e pedagógicas, o Diretor-Geral da Educação destacou ainda que “a plataforma permite cruzar objetivos do projeto com o currículo nacional que os professores trabalham nas várias áreas disciplinares e é esse cruzamento entre a ciência e o currículo que irá produzir os efeitos que pretendemos”.

Na sessão de encerramento o presidente da Câmara Municipal do Montijo referiu ainda que “a saúde publica é para todos. O uso de antibióticos usados de forma excessiva e indiscriminada é uma matéria que todos devemos tomar consciência, porque todos devemos fazer parte da saúde pública”.

“É necessário que continuemos a colaborar na construção da escola pública” afirmou o autarca reforçando que “ações como esta que presenciamos trazem novos ambientes de aprendizagem e novas pedagogias que afirmam a escola pública como elemento central da nossa vida coletiva”.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo