Atelier da Formiguinha: A loja de costura criativa e artesanato no centro do Montijo

SAIBA MAIS:

Quem passa no centro do Montijo não fica indiferente ao Atelier da Formiguinha e à sua montra com artigos de artesanato cheios de cores e diferentes padrões.

A loja dispõe de todo o tipo de material para costura criativa desde tecidos, rendas, mantas e fitas gregas, sendo também uma pequena retrosaria onde pode comprar linhas, agulhas e elásticos. Neste espaço pode também encontrar as peças de artesanato feitas por Carla Pereira, proprietária do Atelier.

Localizado na Rua Comandante Francisco da Silva Júnior, o Atelier da Formiguinha é parte do comércio da cidade há nove anos. Carla sempre gostou de trabalhos manuais e esta loja é o realizar de um sonho antigo. O nome retrata a sua personalidade, “não consigo estar parada, estou sempre a trabalhar como a formiguinha”, explica entre risos.

Se procura ideias para prendas de Natal não deixe de passar nesta loja, onde pode encontrar uma grande variedade de opções com preços “desde 3,50 euros até 17,50 euros que é o produto mais caro que tenho aqui”, afirma a proprietária. 

Como sugestões para lembranças, Carla refere “os porta-chaves, as ‘Mafaldinhas’ (carteirinhas pequenas), os porta-lenços, bolsas para os óculos, as carteiras e os necessaires. Também temos capas para os livros e capas para agendas com ou sem a agenda. Temos ainda o conjunto de caderno com as bolsas para as canetas, quando pego num tecido gosto de criar o conjunto todo”. Pode ainda encontrar uma variedade de bonecas e peluches todos feitos à mão por uma amiga de Carla.

Para assinalar a época natalícia, Carla cria anualmente um adorno para as árvores de natal. “Este ano fiz mesmo uma árvore de Natal para pendurar como enfeite, o ano passado foram uns anjos e no ano anterior foram umas estrelas. Este ano a ideia foi esta e também os cestos com tecidos alusivos ao Natal que pode colocar em cima da mesa com nozes, por exemplo”.

Se pretender um artigo com uma determinada cor ou padrão, não se preocupe, no Atelier da Formiguinha todas as peças podem “ser feitas ao gosto do cliente, só não consigo personalizar com os nomes porque ainda não tenho máquina de bordar”, explica Carla.

Com a quarentena, Carla encerrou a loja durante dois meses, tendo arranjado um part-time um mês antes da chegada da pandemia. “O Natal do ano passado já não foi muito bom, tive de arranjar outra coisa para me pagar pelo menos as despesas fixas”. Mas, por ser incompatível com os horários da família, Carla desistiu do part-time e dedicou-se a tempo inteiro à loja, “optei pelo que mais gosto, decidi ficar aqui e continuar a tentar, mas está complicado”, refere.

Questionada sobre ideias ou desejos para o futuro do Atelier da Formiguinha, Carla responde prontamente que o principal “é manter o espaço”, admitindo que “gostava que as pessoas da terra dessem mais valor às coisas feitas cá”. Ainda assim, Carla explica que o próximo objetivo é a compra da máquina de bordar para conseguir criar outro tipo de artigos.

“Tive oito anos a coser numa máquina a pedal com cerca de 100 anos, era da minha bisavó, fazia tudo nessa máquina. Em agosto consegui comprar esta semi-industrial para conseguir despachar mais trabalho, a outra está em casa para quando me apetece trabalhar ao fim de semana, é como a formiguinha mesmo”.

Contactos

Atelier da Formiguinha

Rua Comandante Francisco da Silva Júnior, n.º 22, 2870-264 Montijo

919 552 893

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo