Escola de Futebol Tiago Fernandes: o regresso da modalidade a Sarilhos Grandes

SAIBA MAIS:

Em abril o futebol estará de regresso a Sarilhos Grandes e ao Juventude Futebol Clube Sarilhense, pelas mãos do treinador Tiago Fernandes.

Natural de Sarilhos Grandes, Tiago passou a infância a praticar desporto na sua terra e era “com alguma saudade” que via a atual falta de espaços para a prática de futebol. Resolveu juntar “o útil ao agradável”, pedir apoios ao clube e abrir uma escola de futebol com dois campos sintéticos, possibilitando a prática de desporto às gentes da terra e de fora.

“O meu objetivo é colocar a minha terra com movimento em termos desportivos e de associativismo. Quero trazer pessoas para o clube e demonstrar a nossa capacidade e organização para ter uma escola de futebol com um nível de qualidade, não só em termos técnicos, mas também sociais”, explica Tiago Fernandes.

Com abertura marcada para a Páscoa, a escola de futebol terá todos os escalões e irá receber crianças desde os quatro anos até aos seniores, com 22 anos. Estes últimos irão competir “num campeonato só para futebol formação, na Associação de Setúbal”, afirma o treinador.

A escola irá contar ainda com uma turma para crianças com necessidades especiais, recebendo também jogadores do estrangeiro que venham estudar para Portugal. E se acha que o futebol é só para rapazes desengane-se, pois, a maior aposta será no futebol feminino, disponível também em todos os escalões. Além desta modalidade, a escola irá dispor de quatro campos para a prática de padel.

Os treinos de captação para a formação de planteis irão decorrer “assim que os campos estiverem prontos, por volta da Páscoa”, acrescenta Tiago. As inscrições podem ser realizadas no local, através das redes sociais da escola, do email escolafuteboltiagofernandes@gmail.com, ou do 965 417 410, e os dois primeiros meses serão gratuitos.

Para o técnico, filho do ex-jogador Manuel Fernandes, este projeto tem “as melhores condições para ser uma boa escola, onde as crianças se podem divertir e sair daqui não só melhores jogadores, mas também melhores homens e pessoas para a sociedade”.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo