Luso Bonsai: a maior empresa de produção de bonsai fica no Montijo

SAIBA MAIS:

A Luso Bonsai é a maior e mais especializada empresa de bonsai em Portugal e está sediada em Pegões. Fomos conhecer melhor um pouco da arte milenar que permite criar arbustos e árvores em vasos. Já imaginou ter uma laranjeira na varanda? Saiba que é possível. 

Bonsai é a arte oriental de colocar árvores e arbustos em vasos pequenos, seguindo um conjunto de técnicas de cultivo. Pode pensar que bonsai é uma técnica complicada porque é uma árvore e, desta forma, é difícil de manter, mas não é. Cultivar e cuidar de um bonsai é uma forma de arte.

Bambu da sorte

A Luso Bonsai produz e comercializa bonsais, mas não só. A empresa vende também produtos de tratamento, acessórios e comercializa orquídeas e bambu da sorte, que são uma excelente opção para oferecer como prenda.

Na cultura oriental oferecer um bambu da sorte é sinónimo de sorte e, acredita-se que traz energia positiva através da união da água com a madeira. Na China é comum oferecer-se os bambus da sorte com um laço vermelho, que significa fogo. O bambu significa saúde, paz e prosperidade, de forma a comemorar algo novo, seja um novo ano, casa nova, novo emprego ou outros, mas preste atenção a quantos oferece pois o significado varia consoante a quantidade.

Estufa da Luso Bonsai

Depois de uma breve conversa, Jorge acompanhou-nos numa visita guiada pelas estufas, partilhando connosco o seu conhecimento sobre como funciona o mundo dos bonsais.

Bonsai é uma técnica agrícola “de podas, adubo, substratos e transplantes específicos. A parte estética é a parte artística a funcionar. A técnica pode ser aplicada a todas árvores e arbustos, mas pode não ficar bem esteticamente e ter uma limitação de espaço, há árvores que podem não se dar bem em espaços reduzidos, também não cultivamos plantas com tempo de vida reduzido porque não é o objetivo do bonsai”.

Luso Bonsai orquídeas

O bonsai começou a ficar popular no ocidente no final da II Guerra Mundial e está ligado ao budismo zen, apelando ao equilíbrio mental e imaginação. Um bonsai nunca está acabado, sendo desta forma uma forma de arte viva, pois é necessário a transformação e modelação constante da sua árvore/arbusto. 

Apaixonado por bonsais, Jorge Mendes explica-nos como começou a empresa “eu já gostava de bonsai antes, comecei a dedicar-me a bonsai como hobby há muitos anos, sempre gostei de plantas e de animais. Depois houve uma altura que fui estudar agricultura e no final dessa fase comecei a dar cursos de bonsai como hobby. Entre os vários cursos que dei, dei um no grupo Horto do Campo Grande. Quando se aproximava o fim do curso, surgiu a oportunidade de montar uma empresa específica de bonsai a operar no grupo Horto do Campo Grande, foi assim que começou a Luso Bonsai. Não era a minha intenção quando dava cursos de me profissionalizar nesta área, até porque não existia o que existe hoje acerca de bonsais, mas surgiu a oportunidade e aproveitei. A evolução da Luso Bonsai ocorreu pela nossa ambição, pelos clientes, pelos concorrentes, pelos fornecedores, por tudo. Fomos de alguma forma investindo e crescendo, mas a base nasce de uma paixão por bonsai. Eu acho que a experiência do feijãozinho na primária resultou comigo e depois dos feijões plantei limões e depois vi que os chineses já tinham inventado isto de meter árvores em vasos, que se chama bonsai e foi por aí”.

Jorge conta-nos que um bonsai, bem tratado pode viver mais de 100 anos, “temos bonsais que já vivem há cento e muitos anos, os bonsais são árvores ou arbustos em vasos, durarão tantos ou mais anos do que na natureza. Uma vez que está a viver num espaço limitado e se cuida, eles podem viver muitos anos”, podendo deixá-lo aos seus filhos ou netos.

Desafiámos Jorge a contar-nos quais são os benefícios que podemos ter ao adquirir um bonsai “Existem várias vantagens, eu acho que as plantas têm muitos benefícios para o comum mortal. Quanto olhamos para bonsai, o que atrai as pessoas é que é o facto de ser uma das formas de arte mais completas. Interliga o contacto com a natureza com uma parte artística grande porque modelamos o bonsai e tem  também um contacto com a cultura oriental, que é muito espiritual. Portanto tem três vantagens: o contacto com a parte espiritual, a parte cultural e o contacto com a natureza. E o facto de a podermos deixar para os netos também é uma coisa que acaba por nos dar um profundo respeito”, conta-nos.

Além de venderem bonsais, bambus da sorte e orquídeas, a Luso Bonsai dispõe ainda de um hotel onde pode deixar o seu bonsai quando vai de férias. E não pense que fica por aqui, a empresa tem ainda uma enfermaria, onde tratam dos bonsais. No site pode ainda encontrar a secção do Doutor Bonsai, na qual pode fazer questões e a equipa da Luso Bonsai responde prontamente, mesmo que tenha comprado o seu bonsai noutro sítio “o Dr. Bonsai serve para prestar auxilio a pessoas que tenham algum problema, independentemente se compram a nós ou não”, explica-nos Jorge.

Se acha que não consegue manter uma planta, a Luso Bonsai também tem plantas para colocar no seu escritório. Apresentamo-las a baixo, mas se tiver alguma dúvida sobre qual seria a ideal, pergunte aos funcionários, que responderão com grande simpatia.

Relativamente aos planos para o futuro, o proprietário conta-nos que adquiriu recentemente outro terreno, de forma a cumprir sempre o seu objetivo de crescer e evoluir sempre, acrescentando que o principal foco é “Expandir a produção de bonsai mediterrâneo, mas a ideia é continuar a crescer, recentemente adquirimos outra propriedade. O conceito é sempre o mesmo, crescer”.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo