Presidente da Câmara do Montijo visitou o Museu Agrícola da Atalaia

SAIBA MAIS:


Ontem à tarde, dia 23 de Março, ouvimos o Presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, reforçar a importância da agricultura no município.
Afirmou mesmo que o Montijo é o protagonista na produção agrícola em bruto da região de Lisboa.

“Isto faz mesmo parte da nossa cultura (…) A agricultura que se faz no Montijo é altamente avançada”.

O Museu Agrícola situa-se na Quinta Nova da Atalaia, propriedade que remonta ao século XVIII. Nessa altura, a Quinta teria cavalariça, olival, dois poços, casas de habitação, adega, palheiro, celeiro e ainda pomar de espinho e caroço. A Quinta conheceu diversos proprietários por isso só em 1997 vem à posse do Município para funcionar como Museu Agrícola permitindo a preservação da história e a transmissão da memória de como seria uma casa agrícola. Pode-se visitar a adega, o lagar de vinho, o lagar de azeite, a destilaria, o pomar e horta e os moinhos de tirar água.


O espólio é composto por tratores, bomba de trafega, prensa, pipas, alambique, esmagador de uvas, grade, carro de bois, traje típico, utensílios de cerâmica, vidro e metal, cultivador de tração animal, várias alfaias agrícolas, entre outros. O lagar de azeite conserva-se em funcionamento. É um exemplar de Arqueologia Industrial. O Museu integra ainda uma oficina de restauro.
No exterior pode ver-se um pomar de citrinos, uma horta e espaço de lazer ajardinado com a possibilidade de fazer picnic.

“Nós cruzámos a laranja chinesa que é a tangerina pequenina com a laranja árabe azeda. Fomos nós os criadores da laranja doce. Muita gente não sabe isto”.

Nuno Canta, após tocar pontos essenciais sobre a importância da relação do museu com as escolas, da própria agricultura, nomeadamente em momentos de crise, sentou-se no trator Renault que se pode ver antes de entrar na sala de exposições temporárias.

“A recuperação que se fez aqui respeita integralmente os espaços anteriores. A obra foi de grande dimensão na altura, rondou os quatrocentos mil euros de investimentos. Constitui um marco histórico para a Atalaia”

Contactos:

Museu Agrícola da Atalaia
Largo da Feira
2870 – 706 Atalaia
Telef.: 212 314 667
E-mail: cultura@mun-montijo.pt

Horário*: De 3.ª a 6.ªfeira das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 | Sábado: das 14h00 às 18h00 | Domingo: Mediante Marcação Prévia (mínimo 10 pessoas) para o telefone 212 314 667 ou cultura@mun-montijo.pt

Entrada gratuita.




Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo