Joias Verdes: A loja que leva catos e suculentas do Montijo para o mundo

SAIBA MAIS:

Damos a conhecer a história de um negócio montijense de sucesso, reconhecido além-fronteiras. Chama-se Joias Verdes e é uma loja exclusivamente online que vende catos e suculentas, umas verdadeiras joias, com cores, formas e texturas distintas.

Pedro Pessoa, fundador da marca, é comissário de bordo de profissão, mas um verdadeiro apaixonado por plantas. Há dois anos embarcou nesta aventura e deu início a este negócio. Começou por partilhar fotografias dos catos e suculentas através das redes sociais, o interesse e a aderência foi elevada, levando Pedro a criar uma estufa e a comercializar estas plantas.

“As plantas transmitem-me uma energia muito grande, uma luz. Comecei a divulgar fotografias nas redes sociais e o negócio é proveniente dessa divulgação. O conceito é estritamente online, as encomendas são feitas através da nossa página de Facebook e a partir daí são enviadas para vários pontos do país, da europa e do mundo. Já enviámos para a Coreia, Colômbia, Brasil, Argentina, entre outros”, explica.

Na Joias Verdes pode encontrar “mais de mil variedades diferentes” de catos e suculentas, mas o produto mais famoso é o conjunto mix, que inclui várias unidades diversas destas plantas.

“Fomos pioneiros nesses conjuntos, chamam à atenção pelos coloridos e pelas formas. Os conjuntos são feitos por nós, não são personalizados porque infelizmente é uma grande logística que ainda não consigo controlar”, refere o proprietário.

Todos os produtos são mostrados previamente ao cliente antes de serem adquiridos, através de fotografias. As plantas seguem depois “dentro de uma caixa própria, bem acondicionadas, para chegarem ao destino em segurança. São enviadas em raiz nua, ou seja, sem terra”, explica Pedro.

Ao chegarem à sua casa só necessita de “transplantar, dar água e colocar nas condições devidas”. Estas belas e distintas espécimes não necessitam de muita manutenção, sobrevivendo com os cuidados básicos.

“É importante uma boa drenagem e muita luz. Devem apanhar sol no mínimo quatro horas por dia. Numa época mais quente durante a manhã ou ao final da tarde, no inverno pode ser durante todo o dia porque o sol não tem muita intensidade e não queima”, explica.

O futuro deste negócio montijense já está pensado e passa pela expansão da estufa que começa a ficar limitada face à procura, no entanto, o principal será sempre seguir “uma linha focada no cliente”.

Quando questionado sobre o fator distintivo desta loja, o proprietário responde prontamente. O segredo está no serviço ao cliente, na criatividade e na qualidade dos produtos, todos selecionados pelas mãos de Pedro. Nas Joias Verdes tudo é feito com muita dedicação e o dobro do amor e quando assim é “o resultado só pode brotar e ser florido”.

Contactos

joiasverdespt@gmail.com

Facebook

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo