Nas férias da Páscoa, montijenses voam “p´às ilhas”

Será que a tradição de viajar se mantém nas Férias da Páscoa? É isso que fomos tentar descobrir, e que viagens os montijenses procuram.

Viajar nas férias da Páscoa é desde há muito uma tradição!

Seja nos flocos de neve da Serra da Estrela, no simpático sol do Algarve, ou os que buscam outras paragens primaveris, desde que S.Pedro ajude, são muitas as famílias que têm como objetivo maior, desfrutar de uns dias de descanso, aliviar o stress e conhecer outros locais.

Precisamente para perceber o que as pessoas procuraram nesta temporada Pascal, fomos conversar com Teresa Carvalho, da Agência Mercado das Viagens no Montijo, e é caso para dizer que os “clientes” montijenses “foram p´às ilhas”.

De acordo com Teresa Carvalho, “os destinos mais pedidos neste ano foram as Ihas da Madeira dos Açores. Aliás “nos últimos anos as pessoas têm procurado sair de Portugal Continental, e o que se nota é que as pessoas procuram sair um pouco da rotina, desfrutar e conhecer as ilhas que são lindíssimas e uma excelente opção”, acrescenta.

Foto: Mercado das Viagens, Montijo

“As pessoas sempre tiveram muita vontade de viajar”, diz Teresa Carvalho, que explica que “notório é o tempo de reservas que agora é mais curto”, tendo em conta que “a pandemia veio condicionar muitas saídas, o que não invalida de muitas pessoas andarem em contante movimento”.

Segundo dados do Mercado das Viagens, “no final do ano passado, e início deste, sobretudo nos meses de janeiro e fevereiro, as viagens tiveram um “boom”, mas com a guerra, e com tantos condicionamentos que dali podem surgir, as pessoas voltaram a ter receio, muito embora outros continuem a fazer algumas viagens”, acresenta.

Teresa Carvalho lembra que “hoje em dia, há muitas pessoas a fazer férias cá dentro, sobretudo no verão, e no Algarve, mas depois há quem goste do descanso da Costa Alentejana ou do Gerês, não esquecendo é claro, a procura pelas capitais europeias, ou sul de Espanha”, remata.

É caso para dizer que, como tudo na vida há gostos de todos os géneros, e nas viagens, não há “exemplo sem excepção”!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo